Seguir

Devido a uma instabilidade do blogspot. para algumas pessoas a caixa de seguidores da barra lateral não está aparecendo, mas você pode seguir o blog, clicando em seguir na NavBar que aparece no topo da página.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Vamos falar de saúde!

Pois é, meninas, pra quem leu o post anterior, eu tava com um Terçol começandinho. Pra nós, viciadas em maquiagem, um olho inchado é algo incabível!

Vamos saber mais sobre o Terçol então?

As pálpebras são estruturas que possuem a função de proteção dos olhos, ajudando a distribuir a umidade, através das lágrimas, assim como também desempenham uma barreira física contra lesões. Podem ocorrer diversos tipos de patologias palpebrais que podem prejudicar as estruturas oculares. Uma afecção que acomete a região palpebral e é muito comum, é o terçol.



O terçol, ou hordéolo, é uma pequena infecção de uma glândula sebácea Zeiss e Mol, causada por bactérias, geralmente estreptococo ou estafilococo e, dependendo de sua localização, pode ser interno ou externo, atingindo a margem palpebral ou a parte do olho que se conecta aos cílios. A região onde aparece esta afecção fica inchada e dolorida. Existe também outra patologia quer afeta a pálpebra, mas que não é provocada por uma infecção e é muito confundido com o terçol, que é o calázio.
Inicialmente, o terçol aparece na forma de um pequeno caroço, apresentando vermelhidão na pálpebra, dor e calor. Dento de dois a três dias instala-se o quadro e, na maior parte das vezes, a resolução é espontânea, havendo a drenagem e o desaparecimento do terçol. É muito raro, mas o terçol pode evoluir para casos mais graves, resultando numa infecção em toda a região orbitária.
O tratamento é feito com o uso de pomadas a base de antibióticos, colírios e, também, com a aplicação local de calor úmido, através do uso de compressas quentes. Nos casos de pessoas idosas ou imunossuprimidos, há a necessidade da realização de uma antibioticoterapia sistêmica, por via oral, devido à alta vascularização da pálpebra, tornando assim, mais fácil a disseminação da infecção.

As recomendações feitas no caso do aparecimento do terçol são:

Compressas feitas com água filtrada morna, ou soro fisiológico diversas vezes ao dia;
Cuidado no processo de higiene da pele com xampus de pH neutro (funcionam como detegente), ajudam a desobstruir os canículos das glândulas;
Lave a mão várias vezes ao dia e evite passá-la no local onde está instalado o terçol


fonte: http://www.infoescola.com/doencas/tercol/

Pois é, como tava só começaaaaando a inchar, eu liguei a água quente da torneira, e quando ela ficou BEM quente [mas não escaldando, gente!] eu molhava o cotonete e colocava no olho, molhava o cotonete e colocava no olho. Fiquei fazendo isso por uns 10minutos, desinchou COMPLETAMENTE!
Então, não esperem evoluir, vão tratando desde o comecinho que some.
E super importante, LAVEM AS MÃOS FREQUENTEMENTE. Evita terçois, gripes e outras coisinhas indesejáveis xD

2 comentários:

  1. adorei o post, tava com um pro no olho, mas enfim nao era terçol, uffa, beijos linda

    www.girlscosmetic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Menina, complicado demais, isso!! Parabens pelo post, essas informações são importantes, pois com a febre "maquiagem" muitas esquecem dos devidos cuidados.

    ResponderExcluir